Contos eróticos, relatos eróticos e histórias pornô. Queroumencontro.com
Queroumencontro.com
Envie você também o seu relato erótico, conte suas experiências, fetishes e desejos. Queroumencontro.com
Menu de Acompanhantes RJ

HOME ACOMPANHANTES FOTOGRAFOS CONTOS ERÓTICOS CONTATO

PHOTOSHOP CRIAÇÃO DE SITES VÍDEOS PARCEIROS

Casting de Acompanhantes RJ
 
 
Chifrando meu marido


Me chamo Beth, tenho 27 anos e sou casada com um homem quinze anos mais velho que eu, quando eu era menina, morava no interior da Bahia e sonhava em um dia morar no Rio de Janeiro. Um dia conheci o Gilson, veio do Rio visitar uns parentes que moravam próximos, eu estava com 16 anos na época, começamos namorar e um mês depois eu já estava de partida pra cidade maravilhosa, só que chegando aqui no Rio, a realidade foi bem diferente que eu imaginava, fui parar numa comunidade onde a vida é bem difícil, mas ainda sim é melhor do que o sertão que eu vivia. Gilson sempre foi um bom marido, trabalha de motorista de ônibus, é carinhoso, faz tudo que pode pra me agradar. Nosso casamento sempre foi bem normal, até que conheci a Norma, mulher de um amigo do meu marido, fizemos amizade e ela passou me confidenciar as suas traições, Norma chifrava o marido com vários machos, era uma cachorra safada, me contava tudo em detalhes, e eu ficava com muito tesão ouvindo suas confissões, ela sempre me deixava meladinha com suas estórias e eu acabava me masturbando sozinha no quarto pra me aliviar. Aquilo começou mexer com minha imaginação, e eu ficava pensando como devia ser bom dar pra outro macho diferente, já que eu só conhecia a pica do Gilson. Ela ainda ficava me tentando, me chamava de boba, falava que eu era muito nova pra ser de um homem só, que eu tinha que aproveitar a vida, que era só fazer bem feito que ninguém ficaria sabendo, em fim, era uma tentação. Numa bela sexta-feira, meu marido teve que trabalhar até de madrugada, me ligou avisando, resolvi ir no forró com uma amiga chamada Sandra, foi num bar aqui perto de casa, chegamos as oito e meia da noite, bebemos algumas cervejas e logo notei que um tal de Beto não tirava os olhos de mim, minha amiga também notou, Beto é um cara muito bonito, tem 30 anos e tem fama de mulherengo, já pegou várias mulheres aqui da comunidade, apesar de saber da fama do cara, senti uma atração enorme por ele, nunca na minha vida que eu tinha ficado com um gato daqueles, talvez pelo efeito da bebida juntando com a vontade de conhecer outro macho, eu tenha tomado coragem e comecei dar mole pra ele. Logo a gente estava dançando coladinhos, dava pra sentir a rola dele dura roçando na minha xana, a gente dançou bem no fundo do bar, onde a luz é bem fraquinha, e fica quase tudo escurinho só com uma luzes piscando, minha xana já tava meladinha de tesão, Beto passou a mão na minha bunda por baixo do vestido, e depois enfiou um dedo na minha rachinha molhada, fiquei com as pernas bambas, ele beijou meu pescoço e depois minha boca, nunca tinha dado um beijo tão gostoso, minha xana tava piscando querendo a rola dele. Saímos dali e fomos pra casa dele que fica bem na entrada da comunidade, falei pra minha amiga não contar nada pra ninguém, ela disse que eu era doida, mais que eu podia ficar tranquila. Na casa do Beto ele já foi me pegando e tirando minha roupa toda, fiquei peladinha de joelhos mamando aquela rola linda deliciosa, deve ter uns 23cm, a cabeça grande e rosada, mamei com gosto, chupei até as bolas, me lembrei da Norma na hora, ela sempre dizia que macho gosta de boquete bem feito, caprichei bem e deixei a pica bem molhadinha, Beto me botou de pernas abertas, na cama e chupou forte minha xana, Gilson nunca tinha chupado, foi a primeira vez que senti uma boca me chupando, ele enfiou a língua até no meu cuzinho o safado, e eu gozei feito uma cadela. Depois ele enfiou a rola dura sem dó, e bombou muito gostoso, ele me beijava, me lambia o pescoço e minha orelha, me chamava de gostosa, e dizia que eu era sua putinha, nunca senti tanto tesão na vida, quando ele falou que ia gozar, pedi pra ele tirar de dentro, mas não deu tempo, quando vi minha xana tava cheia de gala. Mas foi tão bom que nem me importei, minha xana ainda tava pegando fogo, e eu chupei a rola até ficar dura de novo, dessa vez eu fiquei por cima, sentei na tora e cavalguei gostoso, rebolei na pica feito quenga, pedi pra ele me xingar, ele me chamou de quenga, piranha, de rampeira, de puta safada e chifradeira, disse que meu marido era corno agora, que era chifrudo, fiquei com tanto tesão que gozei duas vezes em seguida, com Gilson eu quase não gozo, é lá uma vez ou outra, com Beto já tinha gozado três vezes em menos de duas horas, e ele demorou gozar pela segunda vez, só gozou quando eu pedi pra ele comer o meu cuzinho, ele disse que era apertadinho, também meu marido quase não come, teve que passar um creme pra entrar a vara, mas depois que entrou, ele comeu gostoso, e gozou feito um jegue, que escorreu a gala pelas minhas coxas. Depois dessa enrrabada eu tomei um banho, me vesti e voltei pra casa correndo. Cheguei trêmula de nervoso, não acreditava ainda no que eu tinha feito. Gilson chegou de madrugada, tomou banho e foi dormir, nem desconfiou de nada. Contei tudo pra Norma no outro dia e ela ficou toda orgulhosa de mim, dizendo que agora sim eu era uma putinha igual a ela e estava aproveitando a vida. Sandra não concordou muito com o que fiz, mas prometeu silêncio. Sei que muitos vão me julgar, mas acho que eu tenho direito de gozar com quem eu quizer, aprendi que a vida não é só feijão com arroz, tem que comer um filé de vez em quando. Desde esse dia, pelo menos uma vez por semana eu dou um jeito de trepar com Beto. Meu marido está feliz sem saber de nada, eu tô feliz com o Beto, e vida que segue, não sei até onde vai essa loucura, mas quero aproveitar o máximo. Beijo a todos.



Enviado por Beth Baiana em 25/05/2018

 

VOLTAR PARA ÍNDICE DE CONTOS ERÓTICOS ENVIE-NOS SEU CONTO ERÓTICO OU SEU RELATO

 

Se você gostou desse Conto Erótico e quiser recomendá-lo use um dos códigos abaixo:

Redes Sociais EM BREVE
Amigo INDICAR ESSE CONTO POR E-MAIL PARA UM AMIGO

Todos os contos foram enviados por internautas e se tratam de obra de ficção.
Não temos nenhuma responsabilidade sobre o conteúdo dos textos aqui representados.
Caso vcoê se sinta ofendido com algum dos textos basta nos solicitar sua retirada.

 
 
©Copyright since 2000 - Todos os Direitos Reservados para Queroumencontro.com
Queroumencontro.com - acompanhantes, garotas de programa, fotos, videos, erotismo, pornografia grátis.

hit counters