Contos eróticos, relatos eróticos e histórias pornô. Queroumencontro.com
Queroumencontro.com
Envie você também o seu relato erótico, conte suas experiências, fetishes e desejos. Queroumencontro.com
Menu de Acompanhantes RJ

HOME ACOMPANHANTES FOTOGRAFOS CONTOS ERÓTICOS CONTATO

PHOTOSHOP CRIAÇÃO DE SITES VÍDEOS PARCEIROS

Casting de Acompanhantes RJ
 
 
Meu chefe comeu minha esposa


Me chamo Silvio, tenho 38 anos, e minha mulher se chama Clara, tem 35, ela é muito safada e adora rola de outro macho na buceta e no cuzinho, sempre que pode ela me mete um par de chifres bem grandes, já até me acostumei ser corno, e pra falar a verdade, até gosto. Clara é nordestina e tem um fogo danado, eu sozinho não dou conta nem a pau, por isso aceitei dividir ela com outros machos, faço tudo pra não perder essa mulher, sei que ela é cachorra mais eu sou apaixonado por ela. No final de ano levei minha mulher no churrasco da empresa que trabalho, a safada foi com um vestido tão curto, que chamou atenção de todo mundo com aquelas coxas grossas a mostra. Além de tudo clara tem uma bunda grande e gostosa que deixa qualquer macho doido quando passa. Meu patrão que não vale nada, logo começou a reparar na minha mulher, ele é boa pinta, tem 32 anos e uma fama de mulherengo, já comeu várias mulheres que passaram pela nossa empresa. Da onde eu tava, dava pra ver como ele comia minha mulher com os olhos, ele só faltava babar quando ela passava na frente dele pra lá e pra cá, e claro que a safada também percebeu e passou a provocar discretamente pra não dar bandeira pros outros piões da empresa que estavam com suas esposas. Meu patrão muito cínico se aproximou de mim e fez um elogio a minha esposa, disse que ela era muito bonita, e que fazia questão de convidar nós dois pra uma saideira depois da festa, se eu topasse é claro. Ele já tinha notado que minha esposa tava dando mole, e que eu devia ser um corno manso, por isso fez o convite, teve uma hora que vi os dois de cochicho perto da churrasqueira, mas não deu pra ver o que eles falavam. Quando a festa acabou, todos foram embora, meu chefe nos convidou pra terminar a tarde na casa dele, disse que a gente era convidado de honra, eu como já estava chapado mesmo, aceitei na hora, e minha mulher também, já estava com um fogo danado com ele mesmo. Chegamos e ele logo nos ofereceu bebida, provei uma bebida que nunca tinha bebido na vida, um espumante desses bem caros, quando percebi, eu já estava pra lá de Bagdá, sentei numa poltrona totalmente tonto e sem ação enquanto ele e minha mulher dançavam agarradinhos no meio da sala, vi quando ele abaixou a parte de cima do vestido e mamou nos peitos dela, o pau já estava pra fora e ela punhetava devagar, depois ela abaixou e chupou tudo, eu tava embriagado mais dava pra ouvir até o barulhinho da mamada, ela lambeu até as bolas, depois ela já nua, deitou no sofá e recebeu uma puta chupada na xota que fez até ela gozar desesperada. Nessa hora eu fui correndo no banheiro mijar, e quando voltei pra sala, ela já tava sentada na vara e cavalgando no pau dele feito puta no cio, ele mandou eu me sentar e ficar quietinho assistindo um macho de verdade comer a minha mulher, e ela ainda me chamou de corno na frente dele, e falou que era isso mesmo, pra eu não falar nada. A única coisa que pude fazer foi obedecer, fiquei ali sentado vendo meu patrão comendo minha esposa. Ele meteu de frente, de lado, e de costas, mandou ela ficar de quatro e enterrou tudo no rabo da danada que até gozou com o pau no cú. Eles trepavam tanto que estavam até suando, o pau entrava e saía sem parar, e meu patrão demorou muito gozar, parecia que tinha até tomado algum remédio, a vara dura e envernizada do jeito que minha esposa puta gosta. Depois de muito meter, ele finalmente gozou, ela pegou uma toalha e ainda me fez limpar a porra que escorria pelas coxas dela, fui humilhado na frente do meu chefe, mas limpei tudinho. Depois disso os dois foram pro quarto dele e meteram a noite toda, lá da sala deitado no tapete feito um cachorro, dava pra ouvir os gritos dela gozando. Eles acordaram quase onze horas da manhã, tomamos café, ele me chamou num canto e me deu quinhentos reais, disse na minha cara que minha mulher foi a puta mais gostosa que ele já comeu, peguei a grana e fui embora sem entender, só em casa minha mulher me confessou que cobrou esse valor a ele ainda durante a festa quando ele ainda estava lhe assediando. Minha mulher bancou a puta profissional e não me disse nada. Me senti tão humilhado que na segunda-feira pedi demissão do trabalho. O pior de tudo, é que minha esposa continua dando pra ele de vez em quando, e sempre que ela chega em casa com quinhentos reais na bolsa, já sei de onde veio a grana. Vocês devem estar me achando um idiota em continuar com uma mulher dessa, mas apesar de tudo ela me faz muito feliz, sou louco por ela, só eu entendo o que sinto. Obrigado pela atenção, um abraço.



Enviado por Silvio em 29/04/2018

 

VOLTAR PARA ÍNDICE DE CONTOS ERÓTICOS ENVIE-NOS SEU CONTO ERÓTICO OU SEU RELATO

 

Se você gostou desse Conto Erótico e quiser recomendá-lo use um dos códigos abaixo:

Redes Sociais EM BREVE
Amigo INDICAR ESSE CONTO POR E-MAIL PARA UM AMIGO

Todos os contos foram enviados por internautas e se tratam de obra de ficção.
Não temos nenhuma responsabilidade sobre o conteúdo dos textos aqui representados.
Caso vcoê se sinta ofendido com algum dos textos basta nos solicitar sua retirada.

 
 
©Copyright since 2000 - Todos os Direitos Reservados para Queroumencontro.com
Queroumencontro.com - acompanhantes, garotas de programa, fotos, videos, erotismo, pornografia grátis.

hit counters