Contos eróticos, relatos eróticos e histórias pornô. Queroumencontro.com
Queroumencontro.com
Envie você também o seu relato erótico, conte suas experiências, fetishes e desejos. Queroumencontro.com
Menu de Acompanhantes RJ

HOME ACOMPANHANTES FOTOGRAFOS CONTOS ERÓTICOS CONTATO

PHOTOSHOP CRIAÇÃO DE SITES VÍDEOS PARCEIROS

Casting de Acompanhantes RJ
 
 
Fui violentada na frente do meu marido


Me chamo Fátima, tenho 35 anos, meu marido e eu temos uma vida tranquila e confortável, vivemos em um bairro de classe média alta aqui em Curitiba e não temos filhos. Esse fato que vou contar, aconteceu a cerca de um ano atrás, nunca tive coragem de contar isso a ninguém, nem demos parte na polícia para não ter que se tornar público. Nosso casamento não andava bem das pernas nessa época por conta de uma traição da parte dele que eu tinha descoberto, mas estava tentando perdoar. Num certo sábado nós estávamos voltando de uma festa de aniversário, era bem tarde, cerca de onze e meia da noite mais ou menos, quando fomos abordados por dois homens no portão de casa, eles estavam armados e nos renderam facilmente. Fomos amarrados e amordaçados dentro do nosso quarto enquanto eles faziam a limpa na casa, eu só pedia a Deus que aquele pesadelo acabasse logo e que eles fossem embora, mas o que eu não imaginava é o que eles fariam comigo antes de irem. Eles entraram no quarto e rasgaram toda minha roupa, me deixando totalmente nua em cima da cama, meu marido foi colocado sentado numa poltrona totalmente imobilizado sem poder fazer nada, teve que assistir a tudo sem poder se mover. Primeiro eles chuparam meus seios, cada um de um lado, enquanto passavam as mãos e dedos na minha buceta e no meu cú, senti uma mistura de raiva, ódio e humilhação no começo, mas depois que os dois começaram chupar e lamber minha xota e o cuzinho, eu não sei o que aconteceu mas comecei sentir mesmo sem querer um prazer, e um tesão imenso, aqueles homens brutos ali, cada um chupando de um lado, nossa, parece loucura, mais foi muito bom sentir uma língua na xota e outra no cú ao mesmo tempo. Foi tão bom que eu até gozei, mas tive que me segurar pro meu marido não perceber. Depois eles tiraram minha mordaça, e ameaçaram matar meu marido se eu gritasse, tive que mamar o cacete dos dois sem reclamar, e sem fazer cara de nojo, chupei e lambi até as bolas, aliás eram enormes e bem grossos como eu nunca tinha visto antes de perto, a final o do meu marido mede só 14cm duro. Eles se revezavam na minha boca e passavam o pau no meu rosto e seios, teve uma hora que eles queriam enfiar os dois de uma vez, mas não coube nem as cabeças na minha boca. Minha buceta nessa hora já tava pegando fogo e toda melada, sorte que não dava pro meu marido ver. O mais forte dos dois abriu minha pernas e foi o primeiro a meter na minha xana, primeiro ele pincelou bastante a cabeçona avermelhada na minha racha e no grelo, e depois meteu tudo de uma vez, quando entrou tudo, não aguentei, gozei e dei um suspiro alto, que meu marido deve ter até percebido que era de tesão, mas não podia fazer nada, só olhar e chorar. O pauzão entrava e saía da minha buceta enquanto eu era obrigada a chupar a tora do outro, depois eles trocaram, o mais magro comeu minha buceta e tive que chupar a rola do mais forte toda melada da minha buceta. Depois de alguns minutos, o mais forte mandou eu ficar de quatro e cuspiu no meu cuzinho, nessa hora senti até um frio na espinha de imaginar o que ia acontecer, senti o cabeção duro esfregando no meu buraquinho como se tivesse tentando amaciar o caminho, depois fui sentindo entrar devagar, primeiro passou a cabeça, ameacei gritar, e levei um tapa no rosto do outro, tive que aguentar quieta a piroca rasgando meu cú até entrar bem fundo. Quando já tava tudo enterrado, e ele começou bombar meu rabo, senti um tesão intenso como nunca jamais senti com meu marido, eu até gozei com a piroca no rabo, mas me contive pra não chamar atenção. Depois de muitas bombadas ele finalmente gozou, tirou de dentro e jorrou a porra nas minhas costas, deu pra sentir que era muita, fiquei bem lambuzada. Depois foi a vez do outro, dessa vez a pica entrou mais facíl, meu cú já estava bem arrombado e o caralho deslizou pra dentro de uma vez, eu sentia até as bolas batendo na minha bunda, tava torcendo pra ele gozar de uma vez e tirar aquele pauzão da minha bunda que já tava assada de tanto levar rola. Ele comia meu cú e passava os dedos no meu grelo me fazendo gozar mais uma vez. Senti a pica inchando dentro do cú e os jatos de porra inundaram meu buraquinho, quando ele tirou o pau de dentro, o leite escorreu feito cachoeira. Satisfeitos eles foram embora levando todas as minha jóias, objetos valiosos e dinheiro que puderam levar. Nunca pensei que sentiria um tesão tão grande assim na minha vida. Gozei várias vezes naqueles cacetões, meu marido não sabe é claro, até hoje ele pensa que eu tava sofrendo. Parece loucura, mas todos os dias eu me imagino sendo fodida por eles de novo, mas sem a presença do meu marido, pra eu poder fazer tudo que quiser sem ter que esconder meu tesão. Peço que não me juguem, obrigada e beijo a todos !


Enviado por Fátima em 21/01/2018

 

VOLTAR PARA ÍNDICE DE CONTOS ERÓTICOS ENVIE-NOS SEU CONTO ERÓTICO OU SEU RELATO

 

Se você gostou desse Conto Erótico e quiser recomendá-lo use um dos códigos abaixo:

Redes Sociais EM BREVE
Amigo INDICAR ESSE CONTO POR E-MAIL PARA UM AMIGO

Todos os contos foram enviados por internautas e se tratam de obra de ficção.
Não temos nenhuma responsabilidade sobre o conteúdo dos textos aqui representados.
Caso vcoê se sinta ofendido com algum dos textos basta nos solicitar sua retirada.

 
 
©Copyright since 2000 - Todos os Direitos Reservados para Queroumencontro.com
Queroumencontro.com - acompanhantes, garotas de programa, fotos, videos, erotismo, pornografia grátis.

hit counters