Contos eróticos, relatos eróticos e histórias pornô. Queroumencontro.com
Queroumencontro.com
Envie você também o seu relato erótico, conte suas experiências, fetishes e desejos. Queroumencontro.com
Menu de Acompanhantes RJ

HOME ACOMPANHANTES FOTOGRAFOS CONTOS ERÓTICOS CONTATO

PHOTOSHOP CRIAÇÃO DE SITES VÍDEOS PARCEIROS

Casting de Acompanhantes RJ
 
 
Minha esposa e o negão


Eu e minha esposa somos casados a vinte anos, eu tenho 45 e ela 42, somos um casal bem tranquilo na vista de todos os parentes e amigos, mas como muitos também temos nossos segredos, o principal é que eu adoro ser corno. Já fazia um bom tempo que eu tinha essa fantasia, mas foi a cinco anos atrás que resolvi me abrir com minha esposa, ela estranhou um pouco a idéia de início, mas depois que resolveu experimentar, não quis mais outra vida. Ela sempre foi muito foguenta e gosta muito de sexo, tem que ter pau pra apagar o fogo dela. Minha mulher tem um corpão de deixar qualquer marmanjo babando, tem coxas grossas, um belo par de peitos grandes e firmes, e um bundão gostoso que chama atenção de todos quando usa biquini na praia. Um belo dia de domingo, minha esposa e eu fomos curtir uma praia no litoral baiano, estávamos bebendo e batendo papo em um quiosque quando conhecemos o Jadson, cara simpático, gente boa e bom de papo, se aproximou e puxou assunto do nada, e logo já ficamos a vontade com ele, logo notei que minha esposa mal conseguia disfarçar que estava impressionada com o volume que a jeba fazia na sunga, ela estava usando óculos escuros, mas da onde eu estava, dava pra ver perfeitamente que ela não parava de olhar, na hora imaginei que a xana já devia estar melada só de imaginar aquilo tudo entrando nela. Jadson era alto, devia ter 1,85cm no mínimo, e era bem forte também. A medida que a bebida ia fazendo efeito, o papo ia esquentando cada vez mais, de vez em quando eu ia na água e deixava os dois sozinhos a vontade pra ver se rolava alguma coisa. Da água dava pra ver ela se jogando pra cima de Jadson cheia de sorrisos, toda hora passava a mão no braço dele e chegava bem perto quase encostando os peitões na cara dele também. Só não dava pra saber o que eles conversavam, mas dava pra imaginar. Jadson que não era bobo, logo sacou que minha mulher queria era ser fodida, mas ficou com pé atrás por minha causa. No fim da tarde, já quase escurecendo, a praia já estava totalmente vazia, teve uma hora que saí da água e vi minha esposa alisando a pica dele com um dos pés por baixo da mesa, quando cheguei perto, ela me falou na lata que queria voltar pro hotel pra dar muito pro novo amigo Jadson, notei que ele ficou meio sem graça, e tentou se justificar, mas ela logo cortou e falou pra ele: não esquenta com meu marido não, que ele gosta de ser corno, né amor ? Fiz com a cabeça que sim, e disse pra ele relaxar que estava tudo bem. Já no hotel, minha mulher mal entrou na suíte e já foi agarrando o negão e tascando um beijão de língua, ele também não deixou barato e foi logo tirando a roupa dela e passando a mão na bunda e na buceta que já estava pra lá de molhada, os dois já estavam nus na minha frente se pegando, e eu ali só assistindo e batendo uma bronha de leve. Minha mulher se ajoelhou e caiu de boca no caralho enorme e grosso, nunca tinha visto nada parecido ao vivo, a cabeça era tão grossa que mal cabia na boquinha dela, minha esposa teve que chupar pelas beiradas, o pauzão, lambeu e chupou até as bolas, Jadson também retribuiu e deu uma bela chupada na xota da danada que fez ela até gritar de tanto gozar. Fui no banheiro correndo pegar uma camisinha e quando voltei minha esposa já tava sentada na vara gemendo feito uma puta no cio, meteu na pele mesmo a piranha. Jadson comeu a buceta dela com gosto, meteu sem parar, a caceta entrava e saia gostoso na minha putinha e ela gemendo e delirando de tesão, quando ela cansou de sentar, ficou de quatro e o cara mandou ferro, ele comia tão forte que dava pra ouvir o barulho das bolas batendo na bunda dela. E minha cachorra gritava pedindo mais, pedindo pra ele meter que ela tava gozando de novo, já era a terceira gozada da cachorra. Finalmente ele gozou também, tirou da buceta e jorrou a porra toda no bundão da minha mulher, nunca vi tanta porra assim, chegava escorrer pelas coxas. Depois os dois tomaram uma ducha juntos e já voltaram pra cama metendo novamente, dessa vez ele comeu na posição papai mamãe, ela com as pernas engatadas em volta da cintura dele levando vara no bucetão, ele beijava ela na boca e dava mordidinhas no pescoço, logo a cachorra gritou que tava gozando de novo. Ele ainda fudeu ela de ladinho e na posição de frango assado que aliás terminou com uma bela esporrada dos peitões que deixou ela toda lambuzada. Jadson ainda tentou botar no cuzinho da minha esposa, mas ela não aguentou, a jeba era grande demais, quando entrou a cabeçona ela soltou um berro e pediu pra parar. Minha esposa já tava com a buceta ardendo depois de duas horas de sacanagem, e ele ainda de vara dura, então ela fez ele gozar de novo chupando e batendo punheta, encheu a boca de leite e depois jogou tudo pra fora pra eu ver. Foi uma foda e tanto, minha esposa e eu nunca esquecemos esse dia. Voltamos pra casa e nunca mais vimos o Jadson. Abraço a todos.


Enviado por Roberto corno manso em 21/01/2018

 

VOLTAR PARA ÍNDICE DE CONTOS ERÓTICOS ENVIE-NOS SEU CONTO ERÓTICO OU SEU RELATO

 

Se você gostou desse Conto Erótico e quiser recomendá-lo use um dos códigos abaixo:

Redes Sociais EM BREVE
Amigo INDICAR ESSE CONTO POR E-MAIL PARA UM AMIGO

Todos os contos foram enviados por internautas e se tratam de obra de ficção.
Não temos nenhuma responsabilidade sobre o conteúdo dos textos aqui representados.
Caso vcoê se sinta ofendido com algum dos textos basta nos solicitar sua retirada.

 
 
©Copyright since 2000 - Todos os Direitos Reservados para Queroumencontro.com
Queroumencontro.com - acompanhantes, garotas de programa, fotos, videos, erotismo, pornografia grátis.

hit counters