Contos eróticos, relatos eróticos e histórias pornô. Queroumencontro.com
Queroumencontro.com
Envie você também o seu relato erótico, conte suas experiências, fetishes e desejos. Queroumencontro.com
Menu de Acompanhantes RJ

HOME ACOMPANHANTES FOTOGRAFOS CONTOS ERÓTICOS CONTATO

PHOTOSHOP CRIAÇÃO DE SITES VÍDEOS PARCEIROS

Casting de Acompanhantes RJ
 
 
O casal e eu


Ola amigos,
Sempre tive um grande tezao só de pensar em poder estar com um casal liberal.
Em um sábado à tarde, o sol imperava soberano no ceu e dele demandava um calor insuportável.
Estava passeando na orla, quando ao passar por um barzinho de praia, senti uma imensa vontade de matar a sede. Parei, sentei e pedi uma cerveja deliciosamente gelada. Sem me preocupar com nada e somente em degustar cada gole matando minha sede.
Em dado momento, pensando na vida e em como a vida estava tranquila, a garçonete veio me oferecer o cardápio brincando: "se só beber e não comer nada, vai perder tudo que esta acontecendo ao seu redor heim"
Depois desse tok, fui entender que na mesa do lado o casal estava se pegando de um tal jeito, que a mini saia da mulher já estava na cintura...rs
Ao mesmo tempo que olhei o maridão percebeu e avisou a esposa que imediatamente se ajeitou e meio que se desculpou com os olhos. Fiquei sem graça e ofereci o petisco que acabara de chegar. O marido educadamente disse: "só aceitaremos se você me ajudar....(pausa), com esta caipirinha".
Disse ter medo de misturar e perder o controle.
A esposa: imagina um homem, grande assim com medo de uma caipirinha?
Foi a deixa para juntarmos a mesa, os copos e os corpos.
Em dado momento o maridão pediu licença e foi ao banheiro, e a esposa já alegre pela caipirinha continuou falando e pegou na minha perna, como se tivesse medindo o tamanho da coxa.
Quando o marido voltou foi minha vez de ir ao banheiro. Assim que sai a garçonete sorridente me segurou pelo braço, na porta ainda do banheiro e disse: não é só ela que te quer ...tá.
Me fiz de rogado, mas quando cheguei a mesa, mal sentei e a esposa levantou se dizendo agora chegou a vez das mulheres....rs
O maridão mais que de pressa, sentou mais próximo e disse: "amigo, somos liberais, e minha esposa pediu para convida-lo para terminar esta caipirinha la em casa...topa?"
Não pensei, pedimos as contas pagamos, peguei o troco rápido pisquei para a garçonete e seguimos para casa do casal.
Mal chegamos o maridão foi cuidar da bebida, a esposa da musica e eu sentado no sofá olhando ...querendo....e claro de pau duro.
Ela chegou bem próxima e começou dançar na minha frente, se esfregando, se insinuando....e claro se despindo deliciosamente.
Aquela bunda gostosa, sendo dividida por uma minúscula tanguinha. Apertei com vontade e ela gemendo pedia ao maridão: "ele pode amor?"
Aquele jogo tinha começado e eu estava la, realizando meu sonho...hummm
Joguei-a literalmente no sofá, abri suas pernas e me deliciei naquela suculenta buceta. Chupei, lambi, mordi e ela gemendo deliciosamente e pedindo mais. O maridão já com o celular na mão não perdia uma só expressão da sua amada.
Não me aguentando, em meio a tanto tezao, virei-a de bruços, peguei a camisinha da mao do marido vesti a rola dura feito pedra e fui enfiando devagarinho no inicio e de uma so vez do meio para o final, tirando um delicioso suspiro dela.
Me segurando para não gozar rápido, bombando forte e ela pedindo mais e mais. "mete safado, me chama de puta, forte, fode gostoso... mete.
Em dado momento perdi o maridão de vista e ela recuava o corpo tirando meu caralho da sua buceta. Levava sua mao e recolocava. De novo e de novo. Quando dei por conta o maridão estava atrás de mim e quem colocava meu pau na esposa era o marido.
Meio que pedindo e por estar com a esposa de quatro, cedi com os olhos e ele pegou com vontade e enfiou de uma so vez na sua boca. Chupou forte com vontade.
Recolocou nela....dei mais umas dez bombadas, tirei a camisinha e ela pediu: "goza aqui na boca da sua vadia" despejei jatos de porra naquela boca que beijei instantes atrás.
Jogado no chão da sala, recuperando minhas forças, olhei para o sofá e o casal com toda cumplicidade, se beijam loucos e apaixonados.
Fui tomar um banho, claro acompanhado da esposa que em meio a um delicioso banho com agua fria, foi tentando explicar o que aconteceu. Eu a interrompi dizendo, sem problemas, somos adultos e responsáveis pelos nossos atos.
Voltando a sala com uma nova caipirinha nas mãos, e os copos com cerveja gelada brindamos a amizade, num beijo delicioso a três.
A garçonete?
Voltei la com o casal e sera o próximo conto...



Enviado por quase.so em 20/12/2017

 

VOLTAR PARA ÍNDICE DE CONTOS ERÓTICOS ENVIE-NOS SEU CONTO ERÓTICO OU SEU RELATO

 

Se você gostou desse Conto Erótico e quiser recomendá-lo use um dos códigos abaixo:

Redes Sociais EM BREVE
Amigo INDICAR ESSE CONTO POR E-MAIL PARA UM AMIGO

Todos os contos foram enviados por internautas e se tratam de obra de ficção.
Não temos nenhuma responsabilidade sobre o conteúdo dos textos aqui representados.
Caso vcoê se sinta ofendido com algum dos textos basta nos solicitar sua retirada.

 
 
©Copyright since 2000 - Todos os Direitos Reservados para Queroumencontro.com
Queroumencontro.com - acompanhantes, garotas de programa, fotos, videos, erotismo, pornografia grátis.

hit counters