Contos eróticos, relatos eróticos e histórias pornô. Queroumencontro.com
Queroumencontro.com
Envie você também o seu relato erótico, conte suas experiências, fetishes e desejos. Queroumencontro.com
Menu de Acompanhantes RJ

HOME ACOMPANHANTES FOTOGRAFOS CONTOS ERÓTICOS CONTATO

PHOTOSHOP CRIAÇÃO DE SITES VÍDEOS PARCEIROS

Casting de Acompanhantes RJ
 
 
Gozo de Greluda


Nome fictício "Natacha" Tenho 18 anos 1 metro e 75 peso 70 quilos muito bem distribuídos bunda grande farta e seios fartos sempre fui assembleiana e recatada cabelos lisos longos e naturais sorridente e simpática, sempre me vesti quase como freira nunca deixava um homem ver nem mesmo meu joelhos, sempre percebi os olhares invasivos dos homens sobre o meu corpo mas sempre ignorei pois "sou virgem" ou era moro no bairro do João Paulo em São Luis e sempre que passava para ir para a escola à tarde passava em frente à praça do João Paulo percebi que todas as sextas havia um jovem alto magro bonito cabelos sedosos lisos no ombro que ficava me "filmando" era "sagrado" todas as sextas ele estava no mesmo local no mesmo barzinho tomando cerveja e jogando conversa fora e obviamente "filmando" as meninas que passavam, embora eu achasse ele super gato deduzi que ele era bastante galinha e pegador e eu não estava disposta a ser mais um lanche rápido para ele, mas permiti que ele me olhasse de forma cada vez mais invasiva.
Depois de 6 meses nessa rotina de idas e vinda da escola tive de ir abrir uma conta no Bradesco e qual não foi minha surpresa quando cheguei lá! Aquele macho maravilhoso trabalhava no banco e ele fez questão de me atender me chamou para uma salinha reservada e fez todos os procedimentos na verdade ele queria só descobrir meu endereço, disse que me achava linda, maravilhosa e que já tinha me visto diversas vezes indo à escola conversamos bastante e ele descobriu que minha mãe era dona de um ateliê de costura, em poucos dias ele providenciou uma encomenda grande e volumosa de fardamento para a minha mãe, na verdade ele utilizou isso para ficar em contato frequente comigo e num sábado ele foi buscar o fardamento e pagar a conta, minha mãe faz Psicologia e também tem aulas aos sábados obviamente ele não sabia desse detalhe e eu estava sozinha em casa de repente o carro dele buzinou em baixo fui na sacada ver quem era e era a aquele macho lindo tremi quando o vi e instintivamente fui atende-lo só de camisola sou bastante greluda e dava para ver meu grelo grande por baixo da camisola de bolinhas colada no meu corpo. Quando desci quando cheguei ao ateliê abri o portão ele entrou e levou um susto ficou olhando minhas curvas encantado ele ficou sem palavras mudo logo meu grelo começou a inchar e ficar ainda maior ele disse "meu deus que coisa linda" e também não perguntou nem pelo fardamento me encostou numa maquina de costura e me beijou deliciosamente e começou a chupar meus peitos com muita vontade me grelo a essa altura já estava piscando e todo babado de lubrificação ele pôs aquele cacete lindo para fora da cabeça rosada e colocou na entrada da minha bucetinha e começou a forçar eu disse a ele para irmos ao meu quarto e assim fomos chegando lá não deixei ele meter na minha bucetinha pois sou virgem e tenho um namoradinho que gosto muito ele começou a chupar meu grelo com "sofreguidão" com vontade e mandou eu chamar meu namoradinho de corno comecei a me tremer toda e a sentir um prazer delicioso agarrei nas duas orelhas dele enquanto meu grelo se piscava na boca dele e eu chamando o coitado de corno e sendo chupada por aquele macho lindo depois de ter chamado o coitadinho de corno umas 15 vezes gozei bastante pulando na língua dele foi meu primeiro orgasmo pedi para ele comer minha bundinha e ele como comedor de bundas experiente que é meteu de vagarinho massageando meu grelo comecei a sussurrar no ouvido dele me "me mete essa pica linda toda" e logo ele começou a bombar tive um gozo muito forte fui às lagrimas naquela pica linda gozei chorando, rebolando e soluçando naquele cacete maravilhoso minha buceta tava inchada de tezão e toda lambuzada logo ele engoliu meus líquidos de lubrificação e chupou meu grelo novamente com um dedinho enfiado no meu rabo gozei outra vez deliciosamente depois ele me colocou em pé na frente do espelho e meteu na minha bundona segurando meu grelo com a ponta dos dedos mandando eu chamar meu namoradinho de Zé corninho enquanto ele bombava eu chamava meu namoradinho de Zé corninho, gozei outra vez na ponta dos péis me olhando no espelho e chorando de tanto gozo e tezão, ele estocava lá no fundo do meu cuzinho com aquele cacete lindo pulsando na minha bunda e estocando vigorosamente ele gozou urrando no meu ouvido e logo gozei também só de ouvir o urro dele.
Depois disso fiquei com nojo do meu namoradinho que nem a cor dos pelos da minha buceta e terminei com ele o bichinho chora até hoje imagina se eu tivesse dado a buceta.



Enviado por Natacha em 09/08/2018

 

VOLTAR PARA ÍNDICE DE CONTOS ERÓTICOS ENVIE-NOS SEU CONTO ERÓTICO OU SEU RELATO

 

Se você gostou desse Conto Erótico e quiser recomendá-lo use um dos códigos abaixo:

Redes Sociais EM BREVE
Amigo INDICAR ESSE CONTO POR E-MAIL PARA UM AMIGO

Todos os contos foram enviados por internautas e se tratam de obra de ficção.
Não temos nenhuma responsabilidade sobre o conteúdo dos textos aqui representados.
Caso vcoê se sinta ofendido com algum dos textos basta nos solicitar sua retirada.

 
 
©Copyright since 2000 - Todos os Direitos Reservados para Queroumencontro.com
Queroumencontro.com - acompanhantes, garotas de programa, fotos, videos, erotismo, pornografia grátis.

hit counters