Contos eróticos, relatos eróticos e histórias pornô. Queroumencontro.com
Queroumencontro.com
Envie você também o seu relato erótico, conte suas experiências, fetishes e desejos. Queroumencontro.com
Menu de Acompanhantes RJ

HOME ACOMPANHANTES FOTOGRAFOS CONTOS ERÓTICOS CONTATO

PHOTOSHOP CRIAÇÃO DE SITES VÍDEOS PARCEIROS

Casting de Acompanhantes RJ
 
 
minha esposinha


Este conto começou no dia em que eu perdi o tesão pela minha mulher. Casados a vinte anos perdi totalmente o desejo por ela e resolvi apimentar o nosso relacioanamento para ver se meu desejo por ela voltava.
Comecei a propór de sairmos com outros casais, com outra mulher ou homem. No começo ela relutou, mas, depois acabou aceitando.
então ela me pediu para escolher um homem dotado para foder conosco e assim quem sabe eu vendo ela gemendo na pica de outro me entusiasmaria denovo.
Começamos a pesquisar e ela achou um dotado, negro, forte e musculoso .
- è esse que eu quero, ela me disse.Eu respondi:
- Tudo bem amor, vamos falar com ele.- Ela me disse:
-Só tem uma coisa, você só vai ficar olhando e eu vou fazer o que tiver vontade com ele, tudo bem? - respondi:
- Tudo bem, mas oquê você quer dizer com tudo? - Ela falou:
-Você verá.
Na cama comigo o relacionamento era bem normal, fazia um boquete bem devagar, posições convencionais e anal bem de vez em quando. Fiquei meio apreensivo com a fala dela, mas, tudo bem , marquei o encontro.
Chegando o dia , ela se depilou (coisa que eu pedia e ela não fazia) e vestiu uma linda lingerie.
Marquei com o rapaz num bar e lá nos encontramos e logo o papo rolou legal, principalmente entre os dois.
Papo v ai e vem e minha espos se aproximou do rapaz e lhe deu um beijo de lingua nele e eu notei que o clima estava esquentando e falei que iria pagar a conta para sairmos dali e ela me disse:
- Vai meu corno que eu to louca para sair daqui e experimentar esse homem.
Fiquei atonito,pois, nunca tinha visto minha mulher se comporta como uma vadia daquele jeito. Então paguei e voltei para mesa me deparan do com minha mulher pegando no pau do rapaz e ele passan do a mão nela. Falei para ele vamos embora e ela me respondeu:
Vamos meu corno, vamos logo que sua esposa está louca pela vara deste negão.
Cheguei no carro e ab ri a porta , achando que ela subiria comigo na frente e oque ela me disse me deixou a par do eu iria ver.
- Não corninho, vai dirigindo que eu vou com ele no banco trazeiro fazendo um esquenta, e ve se nã demora que eu quero dar muito hoje.
E os dois foram no banco tarzeiro e eu dirigindo até o motel.
Chegando lá o negro levou ela no colo e já jogou ela na cama e quando adentrei ela falou:
-Você corninho, fica aqui sentado que vai dar para você ver por todos os angulos.
Colocou-me numa cadeira , amarando-me de forma que eu náo me mexia.
Ela jogou o negro na cama e começou um stripe igual uma puta e depois despiu o rapaz e iniciou um boquete ( daqueles profissional) e me perguntava:
Corninho, era assim que você queria ver sua mulher, como uma puta. Estou apenas começando. e chupava aquela pica grossa com muita vontade e habilidade que começou me deixar louco e de pau duro.
Dai viraram para um 69 alucinante e ela falava que a buceta dela nunca esteve tão melada na vida e de repente saiu de cima do negão e veio m minha direção e esfregou a buceta dela na minha cara, toda encharcada e disse:
- Lambe corno, pois, hoje é só isso que você vai conseguir fazer. Olha como está pingando de tesão. Esfregou ela na minha cara me deixando todo melado com o liquido da sua buceta.
Voltando para o negão ela olhava na pica dele e falava que era bem maior que a minha e que iria se acabar com ela.
ficando de costas para mim e de frente para o rapaz ( numa posiçao que eu via num excelente angulo) , ela começou a sentar na pica do rapaz e faze´la sumir dentro da xota , gritando:
- que pau gostoso e grande. Me arrebenta, me deixa toda aberta pro corno . Me fode igual uma vadia. Me faz de puta. Sou sua puta negão, me come de todo jeito e pulava naquela vara.
Ele comeu ela em todas as posições possiveis e ela gozou varias vezes e quando ele foi gozar, ela pediu para que gozasse na boca dela e assim foi. Ele gozou muito na boca dela e bem na minha frente e ela com a boca cheia de porrade outro veio a mim , mostrando toda a porra e engoliu tudo, lambendo os beiços e disse:
- Gostou de ver sua mulher com porra de outro na boca. Olha minha buceta como esta arregaçada pelo pau dele e agora ele vai arregaçar meu cú. - neste momento eu fale:
- Você vai dar o cu para ele, para mim você não dava. - e ela me respndeu:
- Vou sim meu corno e você vai ver de camarote sua esposa dando o cu para outro. Eu quero que ele me arrombe, para quando você me comer novamente, se é que vai comer, sentir meu cu todo arregaçado . voc ê não reclamava que eu era fria e não fazia nada, queria uma puta na cama, então agora não reclama. Vou ser uma puta, mas, não com você.
Começou denovo chupar o negão e depois se posicionou de quatro na cama e falou:
- Negão vem e me faz gozar pelo cu, arrebenta minhas pregas, mas, vai devagar que meu cu é quase virgem.
Abrindo sua bunda com sua mão , ela falava coloca negão.
Ele oi colocando devagar , estava difícil entrar e ela passou mais lubrificante. ele novamente foi tentando até que entro e nesta hora ela deu um grito de dor : Nossa você esta me rasagando seu puto gostoso, eu não vou aguentar , você é muito grande e grosso, tira, você esta me rasgando.
Foi quando o negão falou:
- foi só a ponta do cacete. Você não façou para seu corno que queria ser arregaçada, então agora aguenta puta gostosa. - ela respondeu:
- Não achei que ia doer tanto, você é muito grande pro meu cusinho. Estou sentindo ele rasgar.
Neste momento ele tolou o pinto inteiro e ela berrou:
- Seu filho da puta, você esta me rasdgando, seu negro safado. Ai meu cu, ai meu cu, ai meu cu.
Ele parou com o pinto todo tolado no cu dela para ela acostumar e depois começou um movimento lento e ela foi se acostumando e pedindo para ir mais rápido.
- Vai puto , agora que me arrebentou , me faz gozar, soca vara em mim. Quero seu pau todo no meu cu.
Ele comeu ela por um bom tempo até que falou que ia gozar e ela também e gozaram juntos. quando ele tirou o pin to do cu dela deu para ver o tamanho que ficou. Um buraco enorme, arrombado e ela me disse;
- Tá ostando do que está vendo corno, sua mulher arrombada por outro, escorrendo porra pelo cu, pois não cinsigo fechar.Está de pinto duro, é um corno mesmo.
Nós ficamos naquele motel pela noite inteira e ele comendo minha esposa até amanhecer , em todas as posições e buracos e quando foi de manhã fomos embora.
Chegando em casa ela me fez chupara buceta dela e deu para mim de maneira insaciável. Foi a melhor transa da nossa vida, apesar dela estar toda arregaçada e meu pinto não fazer nem cócegas. - ela me falou no final da nossa transa:
- a partir de hoje serei a puta que você sempore quis. Na sua vara e na de outros.
E estamos felizes até hoje.



Enviado por Taradão da putinha em 11/06/2018

 

VOLTAR PARA ÍNDICE DE CONTOS ERÓTICOS ENVIE-NOS SEU CONTO ERÓTICO OU SEU RELATO

 

Se você gostou desse Conto Erótico e quiser recomendá-lo use um dos códigos abaixo:

Redes Sociais EM BREVE
Amigo INDICAR ESSE CONTO POR E-MAIL PARA UM AMIGO

Todos os contos foram enviados por internautas e se tratam de obra de ficção.
Não temos nenhuma responsabilidade sobre o conteúdo dos textos aqui representados.
Caso vcoê se sinta ofendido com algum dos textos basta nos solicitar sua retirada.

 
 
©Copyright since 2000 - Todos os Direitos Reservados para Queroumencontro.com
Queroumencontro.com - acompanhantes, garotas de programa, fotos, videos, erotismo, pornografia grátis.

hit counters